Noticias - NASCE UM HOMEM DE ORAÇÃO | Ministério Apostólico Koinonia

 
 
  NASCE UM HOMEM DE ORAÇÃO

NASCE UM HOMEM DE ORAÇÃO

NASCE UM HOMEM DE ORAÇÃO A ORAÇÃO QUE ATRAI A ATENÇÃO DOS CÉUS 
 
Isto sempre aconteceu com o povo de Deus quando a oração perde o seu valor, quando a intimidade com Deus já não faz parte da disciplina diária, a autoridade espiritual passa a ficar muito distante de ser alcançadas.  O clamor é um pedido de socorro para que alguém superior possa intervir, é admitir que por si só a pessoa não consegue resolver uma determinada situação. Por este motivo, foi necessário um clamor para que um homem de oração, com autoridade diante do Senhor, fosse gerado. Este homem não apenas alcançaria a autoridade necessária diante de Deus, mas incendiaria toda uma nação a orar novamente. O clamor faz o senhor levantar homens e mulheres de oração que serão instrumentos para libertar um povo cativo. O clamor também está ligado ao reconhecimento da natureza pecaminosa que está em nosso coração. É uma forma de nós humilharmos diante do pai, buscando sua intervenção para nos auxiliar em nossas limitações. O clamor é uma oração na qual assumimos a nossa pequenez interior e exaltamos a grandeza de Deus. 
 
Voz do que clama no deserto:    Preparai o caminho do Senhor;    Endireitai no ermo vereda a nosso Deus.    Todo o vale será exaltado,     E todo o monte e todo o outeiro será abatido;     E o que é torcido se endireitará,     E o que é áspero se aplainará.    E a glória do Senhor se manifestará,     E toda a carne juntamente a verá,     Pois a boca do Senhor o disse.    Uma voz diz: Clama;    E alguém disse: Que hei de clamar?    (Isaías 40:3-6a)    
  
PEQUENEZ DO HOMEM 
 
 – Toda glória do homem passa rapidamente;  – As nações são como um pingo que cai de um balde;  – Todas as nações perante o senhor são como nada;  – A vida do homem é de pouca duração;  – Toda carne é erva; 
A GRANDEZA DE DEUS 
 
 – A sua palavra é eterna;  – Mediu as águas na cocha de suas mãos;  – Mediu os céus com palmos;  – Ninguém foi seu conselheiro;  – Ninguém lhe ensino a sabedoria; 
 
O clamor não se limita apenas a uma expressão de dor. Justamente por este motivo, um dos significados da Palavra clamor em hebraico (tsa`aqah) é choro, que é uma representação do quebrantamento. Por isto, também podemos definir o clamor como a ação de se achegar diante de Deus, sabendo quem Ele é e quem nós somos. Como um filho clama por sua mãe através do cloro, assim é a oração de clamor. Precisamos reconhecer a grandeza de Deus, Pois só então saberemos que apenas o nosso Pai pode nos suprir, que Ele é quem nos atende quando choramos e pedimos ajuda. A grande diferença entre os demais tipos de oração e o clamor é que as outras orações geralmente buscam favores e respostas de Deus. Enquanto o clamor é o entendimento de que sem Deus há apenas um imenso vazio e uma incapacidade em nosso interior O clamor antecedeu avivamentos quando homem de oração se esvaziaram de si mesmos, assumido que Dele e por Ele, e para Ele, são todas as coisas (Rm. 11:36a). 
 
CLAMAMOS PARA DESPERTAR 
 
O clamor é a principal arma no mundo espiritual para restaurar algo que está sem vida. Sempre que um povo clama, o Senhor escuta e responde. Portanto, é importante entendermos com maior profundidade alguns significados da palavra clamor. Isto nos auxiliará no processo de transformação interior e na geração de homens e mulheres de oração, assim como na época em que Deus levantou Moisés. 
 
 
CLAMOR COMO PEDIDO DE SOCORRO 
 
E aconteceu, depois de muitos dias que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram (thav`ah); e o seu clamor subia a Deus por causa de sua servidão (Êxodo 2:23) 
 
Neste texto de Êxodo, palavra hebraica para clamaram é  thav`ah, que significa “clamar por socorro”. Este é o significado no qual o povo reconhecer que precisa de uma intervenção do Senhor. É a partir deste clamor que Moisés é gerado por Deus, é desta forma que NASCE UM HOMEM DE ORAÇÃO. Quando levantamos um clamor genuíno, o Senhor providencia o socorro. 
 
CLAMOR COMO CHORO DE AFLIÇÃO 
 
Quando o Senhor clama Moisés no monte Horebe e revela a ele seu clamado, Deus também menciona a palavra clamor. No versículo a seguir, o termo hebraico traduzido como clamor é tsa`aqah, e um de seus significados é “cloro de aflição especialmente quando ouvido por Deus”.O senhor revela a Moisés que havia ouvido o clamor do povo e que Moisés era a resposta preparada por Ele para aquela geração.                      E disse: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa. Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, O Deus de Isaque, e o Deus de Jacó. E Moisés encobriu o seu rosto, porque temeu olhar para Deus. E disse o Senhor: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor (tsa`aqah) por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores. (Êxodo 3:5-7) 
 
CLAMOR COMO GRITO DE SOFRIMENTO 
 
O profeta Neemias também cita o clamor do povo ao sair do Egito e se deparar com o Mar Vermelho. A palavra usada por Neemias é za`aq em hebraico e significa “grito”, “ grito de sofrimento”. Neste texto notamos que o 
povo estava com medo, e este clamor não foi um relacionamento da grandeza de Deus, mas um grito de temor das forças inimigas. 
 
E viste a aflição de nossos pais no Egito, e ouviste o seu clamor junto ao Mar Vermelho. (Neemias 9:9) 
 
CLAMOR GERA CRESCIMENTO E RESTAURAÇÃO 
 
Entenderemos como Moisés cresceu em diversos níveis de oração, ate que com autoridade no mundo espiritual, aprendeu a atrair aquilo que estava no coração do Senhor. A palavra nos mostra que, enquanto o povo clamava, Deus estava separando Moisés, que seria um dos seus principais guerreiros de oração. O clamor despertou e atraiu a restauração da busca ao Senhor através da oração. Entendemos que, por meio da vida de Moisés, o Senhor não só libertou a nação de Israel, mas também os ensinou a orar. No monte Sinai o Senhor entregaria a Moisés os mandamentos e os direcionamentos em relação ao tabernáculo, onde o ministério do sacerdócio seria exercido e o Senhor seria adorado diariamente. Assim, se entendermos sobre o clamor bíblico, seremos aqueles que Deus usara para restaurar o principal caminho que transforma um povo: a oração de autoridade. Seremos transformados como Moisés foi e seremos instrumentos para que outros “Moisés” sejam gerados.              OS ANÔNIMOS QUE CLAMAVAM NO EGITO 
 
Geralmente, quando olhamos para a história da libertação do povo de Israel que estava cativo no Egito, pensamos apenas em Moisés, quando muito nos lembramos também de Arão. Mas na verdade, existiram personagens anônimos que prepararam o caminho para que Moisés pudesse ser o grande libertador do povo de Israel. Havia no Egito homens e mulheres que clamavam. Igualmente João Batista preparava o caminho do Senhor, clamando no deserto. 
 
Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor; endireitai no ermo vereda a nosso Deus. (Isaías 40:3) 
 
João Batista, mesmo sendo considerado por Jesus Cristo o maior profeta entre os nascidos de mulher, não possuía autoridade no mundo espiritual para remir o pecado de toda a humanidade. No entanto, ele exerceu um papel fundamental na história: ele clamou. 
 
João respondeu-lhes, dizendo: Eu batizo com água; mas no meio de vós está um a quem vós não conheceis. Este é aquele que vem após mim, que é antes de mim, do qual eu não sou digno de desatar a correia da alparca (João 1:26-27) 
 
A oração do clamor tem o poder de levantar e despertar uma geração que estava distante do seu propósito. O Senhor sempre usou aqueles que entendem que a oração do clamor é poderosa para trazer avivamento.     MOISÉS, GERADO PELA ORAÇÃO DO CLAMOR 
 
Entendemos como homens e mulheres de oração são gerados a partir do clamor de um povo que reconhece que necessita da intervenção de Deus. Moisés foi um grande exemplo disso, uma resposta do Senhor ao clamor da nação de Israel que sofria cativa no Egito. Discutimos que o clamor pode ser considerado como um pedido de socorro nas situações que ainda não possuímos autoridade pra vencemos. Abordamos também como a humildade e o quebrantamento são elementos essenciais nas orações de clamor, onde nos achegamos a Deus reconhecendo quem Ele é e reconhecendo a nossa pequenez diante do criador. 
 
Extraidor do Livro: Moisés – O Ressurgimento da Oração Autor: Rodrigo Aldeia 




Voltar




Copyright Grupo Alphanet Hosting @ 2020

Informações: (63) 4141-5779
koinonia_palmas@hotmail.com


  • Facebook
  • Twitter
  • Google +
  • Youtube